Atrizes de ‘Mrs. America’ falam sobre movimento antifeminista da série

No início dos anos 70, a segunda onda do movimento feminista estava em ebulição nos Estados Unidos, conquistando cada vez mais poder político no país. Em meio ao clima revolucionário encabeçado por mulheres como Gloria Steinem, Betty Friedan e Shirley Chisholm, a ativista Phyllis Schlafly destacou-se por assumir a ponta oposta: formada em política governamental e mãe de 6 filhos, vestiu a camisa conservadora e empenhou-se em uma campanha fervorosa contra o avanço dos direitos femininos. A jornada é retratada na minissérie Mrs. America, que chega ao Brasil esta semana pelo FOX Premium, trazendo Cate Blanchett na pele da republicana que protagonizou uma cruzada contra o ERA (sigla em inglês para Emenda de Igualdade de Direitos), um anexo à Constituição Americana que equipara os direitos legais de homens e mulheres.

Confira em primeira mão um vídeo com o elenco feminino da série falando sobre o momento histórico retratado ali:

 

Mrs. America estreia na terça-feira 29, às 23h, no canal pago FOX Premium 1, e exibirá dois episódios a cada terça-feira. Aos aficionados por maratonas, o canal exibirá os nove episódios da minissérie neste sábado, 26, a partir das 18h.

Veja o Trailer:

Continua após a publicidade