‘Bom Dia, Verônica’: thriller policial vai do frenético ao assustador

Um dia aparentemente comum na Delegacia de Homicídios de São Paulo é abalado pelo suicídio de uma jovem, que consegue uma arma no local e tira a própria vida diante dos policiais. Ao mesmo tempo, longe dali, Brandão (Eduardo Moscovis) e a esposa, Janete (Camila Morgado), voltam para casa do hospital, onde ela sofreu um aborto espontâneo. Entre os dois casos está Verônica Torres (Tainá Müller): ao presenciar o suicídio, a escrivã contraria os superiores e dá início a uma investigação paralela, buscando o motivo que levou a jovem àquela atitude. O caso a coloca em contato com Janete, uma mulher amedrontada que guarda terríveis segredos do marido. De ritmo frenético e assustador, o thriller é baseado no livro de mesmo nome dos roteiristas Ilana Casoy e Raphael Montes, colunista de VEJA. Estreia na Netflix na quinta-feira, 1º de outubro.