‘Borgen’, uma soberba série dinamarquesa sobre os dilemas do poder

É um acidente de percurso: às vésperas da eleição, o primeiro-ministro é pego com a boca na botija e tem de renunciar, e seu maior adversário incorre no desagrado popular. Com um número inédito de assentos no Parlamento, conquistados graças ao seu desempenho em um debate, cabe então à presidente dos Moderados, Birgitte Nyborg (Sidse Babett Knudsen), liderar o novo governo na Dinamarca — e aos poucos aprender as regras do exercício real do poder. Com três temporadas lançadas entre 2010 e 2013, todas agora disponíveis na Netflix, esta série soberba só ganha em atualidade. “Borgen”, ou “castelo”, é como os dinamarqueses designam o governo, cujos braços principais ocupam o Palácio Christenborg, em Copenhague.