Grammy Latino: Elza Soares, Céu e Anitta entre representantes do Brasil

Foi anunciada nesta terça-feira, 29, a lista de artistas indicados ao Latin Grammy Awards 2020, premiação que celebra o melhor da música latino-americana. Apesar de não figurarem entre as categorias de maior peso, artistas brasileiros integram “melhor álbum instrumental”, com Yamandu Costa e Caetano Brasil, “melhor canção urban”, com Rave de Favela, de Anitta e MC Lan, e “melhor clipe musical em versão curta”, com BaianaSystem e a rapper Bivolt – afora, é claro, das categorias de música em português.

Homenageando produções lançadas entre 1º de junho de 2019 e 31 de maio de 2020, a premiação é liderada pelo colombiano J Balvin, com 13 indicações, seguido de perto pelo porto-riquenho Bad Bunny, com 11.

Na categoria de melhor canção em língua portuguesa, a concorrência é forte: disputam Elza Soares (Libertação, com BaianaSystem e Virgínia Rodrigues), Céu (Pardo, com composição de Caetano Veloso), Emicida (AmarElo, com Pabllo Vittar e Majur), João Bosco (Abricó-de-Macaco) e Vitor Kley (A Tal Canção pra Lua, com Samuel Rosa). Emicida, Céu e Elza Soares aparecem em duas categorias cada.

Letrux, Maria Bethânia, Martinho da Vila, Zeca Baleiro, Caetano Veloso e Zé Neto & Cristiano também foram lembrados pela premiação e estrelam em outras categorias em português (confira a lista abaixo).

A premiação acontecerá em Miami no dia 19 de novembro, em formato adaptado à pandemia e com apresentações de diversas partes do mundo.

Confira as categorias principais e as que contemplam artistas brasileiros:


Gravação do ano
China, de Anuel AA, Daddy Yankee, Karol G
Cuando Estés Aquí, de Pablo Alborán
Vete, de Bad Bunny
Solari Yacumenza, de Bajofondo Featuring Cuareim 1080
Rojo, de J Balvin
Tutu, de Camilo com Pedro Capó
Lo Que En Ti Veo, de Kany García & Nahuel Pennisi
Tusa, de Karol G & Nicki Minaj
René, de Residente
Contigo, de Alejandro Sanz

Álbum do ano
YHLQMDLG, de Bad Bunny
Oasis, de J Balvin & Bad Bunny
Colores, de J Balvin
Por Primera Vez, de Camilo
Mesa para Dos, de Kany García
Aire (Versión Día), de Jesse & Joy
Un Canto Por México, Vol. 1, de Natalia Lafourcade
Pausa, de Ricky Martin
La Conquista del Espacio, de Fito Páez
Cumbiana, de Carlos Vives

Canção do ano
ADMV, de Maluma
Bonita, de Juanes & Sebastián Yatra
Codo con Codo, de Jorge Drexler
El Mismo Aire, de Camilo
For Sale, de Alejandro Sanz & Carlos Vives
#ELMUNDOFUERA (Improvisación), de Alejandro Sanz
Lo Que En Ti Veo, de Kany García & Nahuel Pennisi
René, de Residente
Tiburones, de Ricky Martin
Tusa, de Karol G & Nicki Minaj
Tutu, de Camilo com Pedro Capó

Melhor artista revelação
Anuel AA
Rauw Alejandro
Mike Bahía
Cazzu
Conociendo Rusia
Soy Emilia
Kurt
Nicki Nicole
Nathy Peluso
Pitizion
Wos

Continua após a publicidade

Melhor canção urban
Adicto, de Tainy, Anuel AA e Ozuna
Muchacha, de Gente de Zona e Becky G
Rave de Favela, de MC Lan, Anitta, BEAM e Major Lazer
Rojo, de J Balvin
Yo x Ti, Tu x Mi, de Rosalía & Ozuna

Melhor álbum instrumental
Plays Daniel Figueiredo, de Leo Amuedo
Cartografias, de Caetano Brasil
Sotavento, de Compasses
Festejo, de Yamandu Costa com Marcelo Jiran
Terra, de Daniel Minimalia

Melhor canção em língua portuguesa
A Tal Canção pra Lua (Microfonado), de Vitor Kley & Samuel Rosa
Abricó-De-Macaco, de João Bosco
AmarElo (Sample: Sujeito de Sorte – Belchior), de Emicida com Majur & Pabllo Vittar
Libertação, de Elza Soares & BaianaSystem com Virgínia Rodrigues
Pardo, de Céu

Melhor álbum de pop contemporâneo em língua portuguesa
N, de AnaVitória
Enquanto Estamos Distantes, de As Bahias e a Cozinha Mineira
APKÁ!, de Céu
Guaia, de Marcelo Jeneci
Eu, de Melim

Melhor álbum de rock ou de música alternativa em língua portuguesa
AmarElo, de Emicida
Little Electric Chicken Heart, de Ana Frango Elétrico
Letrux aos Prantos, de Letrux
Universo do Canto Falado, de Rapadura
Na Mão as Flores, de Suricato

Melhor álbum de samba/pagode
Mangueira – A Menina dos Meus Olhos, de Maria Bethânia
Martinho 8.0 – Bandeira da Fé: Um Concerto Pop-Clássico (Ao Vivo), de Martinho da Vila
Samba Jazz, de Raiz, Cláudio Jorge 70, de Cláudio Jorge
Fazendo Samba, de Moacyr Luz e Samba do Trabalhador
Mais Feliz, de Zeca Pagodinho

Melhor álbum de MPB
O Amor no Caos Volume 2, de Zeca Baleiro
Belo Horizonte, de Toninho Horta & Orquestra Fantasma
Bloco na Rua, de Ney Matogrosso
Planeta Fome, de Elza Soares
Caetano Veloso & Ivan Sacerdote, de Caetano Veloso & Ivan Sacerdote

Melhor álbum de músicas sertaneja
#IssoÉChurrasco (Ao Vivo), de Fernando & Sorocaba
Origens [Ao Vivo em Sete Lagoas, Brazil / 2019], de Paula Fernandes
Livre Vol. 1, de Lauana Prado
Churrasco do Teló Vol. 2, de Michel Teló
Por Mais Beijos Ao Vivo (Ao Vivo), de Zé Neto & Cristiano

Melhor clipe musical em versão curta
Saci (Remix), de BaianaSystem & Tropkillaz
Rojo, de J Balvin
Cubana, de Bivolt
Para Ya, de Porter Alexis Gómez
TKN, de Rosalía & Travis Scott

Melhor álbum de engenharia de gravação
Aire (Versión Día), de Jesse & Joy
APKÁ!, de Céu
Quimera, de Alba Reche
Sublime, de Alex Cuba
3:33, de Debi Nova

 

Continua após a publicidade