Artistas independentes são maioria no TOP 200 do Spotify, diz pesquisa

A Associação Brasileira da Música Independente (ABMI) está na fase final da pesquisa para monitorar o setor da música independente no país. Um dos dados já aferidos refere-se à impressionante participação de artistas independentes no TOP 200 do Spotify ao longo de 2019: 53,5%.

O número levantado pela ABMI e pela Chartmetric inclui artistas ligados a gravadoras e selos independentes, além de auto-produzidos, com base na Propriedade do Fonograma e não dos canais de distribuição. O último percentual avaliado pelo relatório Wintel 2018 para o mercado brasileiro apontava 40% de participação independente, referente ao ano de 2017.

“Dados como estes são importantes para entendermos melhor a dinâmica do mercado. Os independentes estão ganhando cada vez mais espaço e, para além da “cauda longa”, entram na disputa pelo topo das paradas de sucesso. A democratização proporcionada pelas plataformas digitais de áudio tem sido muito benéfica para produtores e artistas independentes”, afirma Carlos Mills, presidente da ABMI.

Esta e outras informações do estudo serão apresentados na segunda etapa do GiRo Digital ABMI 2020, que será realizado em 15 de outubro e terá Salvador como sede virtual. O evento será inteiramente online oferecerá oficinas de capacitação para profissionais da música.

Continua após a publicidade