Pesquisa científica elege os filmes mais assustadores do cinema

- A Entidade
O estudo conduzido pela empresa de dados Broadbandchoices, recentemente divulgado, elencou os filmes mais aterrorizantes a partir da medição dos batimentos cardíacos de um grupo de cinquenta pessoas. A produção que mais acelerou o coração dos espectadores de susto foi A Entidade, de 2012 (foto acima), em que um escritor de romances policiais (Ethan Hawke) e sua família são assombrados por uma entidade alojada no sótão de sua nova casa.

- Sobrenatural
A média da frequência cardíaca normal, de 65 batimentos por minuto, sofreu o maior salto em uma cena específica — atingindo 133 bpm — entre os que assistiam ao filme de 2010. Na trama, uma família tenta salvar o filho em coma. Certos de que a casa em que vivem é assombrada, eles passam por mudanças até perceber que a própria criança é que atraiu os encostos ameaçadores.

- Invocação do Mal
Inspirado na história real do casal de exorcistas Ed e Lorraine Warren, o longa foi considerado pela análise o terceiro mais assustador. Na trama que se tornou franquia — e se desdobrou na saga da boneca Annabelle — os investigadores sobrenaturais são contratados por uma família que se mudou para uma casa assombrada por demônios oriundos de um sacrifício feito na mesma região.

- Hereditário
Estrelado por Toni Collette, o filme de 2018 mostra uma família com longo histórico de tragédias e doenças mentais. Após a morte da avó, o casal e os dois filhos vivem experiências aterrorizantes, que aquecem o mistério sobre a razão que faz deles alvos de tanta dor. A produção é a mais recente da lista, comprovando que longas novos e com bons efeitos especiais modernos se mostraram mais assustadores que clássicos como A Hora do Pesadelo (1984), 13º no ranking.

Publicado em VEJA de 28 de outubro de 2020, edição nº 2710

Continua após a publicidade