Internado com coronavírus, Carlos Alberto de Nóbrega fala sobre contágio

Carlos Alberto de Nóbrega

Carlos Alberto de Nóbrega

Carlos Alberto de Nóbrega
Carlos Alberto de Nóbrega está internado, mas está se sentindo bem (Imagem: Reprodução / SBT)

Internado com coronavírus no Hospital Sírio Libanês em São Paulo, desde sábado (20), Carlos Alberto de Nóbrega, contou, em entrevista à revista Quem, como tem se sentido. Além do artista, Renata Domingues, sua esposa, e João Victor, seu filho de 20 anos, também foram infectados.

Estou bem, ainda estou sem sintoma nenhum. Estou internado desde sábado, minha garganta que está afetando um pouco. Renata está ótima, sem dor, estamos internados no mesmo andar e nos vemos de longe, pela porta do quarto. Isso tem ajudado bastante“, contou o humorista, que assim como a esposa, tomou a primeira dose da vacina CoronaVac contra o vírus.

Sobre o filho, o veterano disse: “O João é fortão, cheio de saúde e não está sentindo nada, está na casa dele e ótimo. Nos vemos toda hora pelo Facetime. A Renata e eu, como estamos pertinho, damos uma olhadinha um no outro à distância. Ela é muito calma, tranquila, passa muita confiança”.

Sendo acompanhado pelo cardiologista Roberto Kalil Filho e pelo infectologista David Uip, Carlos afirmou: “Estou tomando um batalhão de remédio. Tive febre e dor de garganta, mas estou com uma tranquilidade impressionante. Tenho certeza de que vai ser uma coisa bem simples”.

“Estou muito mais tranquilo do que se estivesse em casa. Além de serem meus amigos particulares, o Kalil e o Uip são excelentes médicos. Estou tendo um tratamento super bom”, comentou o famoso, que segue sem previsão de alta. “Acho que a Renata sai antes de mim. Mas ainda não sei quando vou ter alta”, completou.

Na entrevista, Nóbrega ainda disse que não faz ideia de como contraiu o vírus: “Não saio de casa, se saí quatro vezes durante um ano de isolamento, foi muito. Saí duas vezes para o restaurante que costumo frequentar que é supercontrolado. E nas outras vezes fui ao mercado, mas em um horário que não tinha quase ninguém”.

“A Renata tem uma equipe de médicos que faz alimentação para UTI, então ela tem que ficar muito na UTI. Mas durante a pandemia, ela abriu mão, contratou dois médicos para não precisar ir à UTI. Ela só estava indo na clínica dela, onde ninguém teve Covid”, completou.

Ontem ela estava preocupada com isso, em saber como poderíamos ter pegado o vírus. Falei: ‘Renata, são 10 milhões de brasileiros que pegaram, se cada um for se preocupar onde pegou… Não tem como saber. A televisão está massacrando muito com isso, só mostra desgraça. E para quem está com a doença ou tem algum familiar infectado, é muito ruim”, disse.

Não consigo mais ver TV, estou desde metade do ano vendo só YouTube. Às vezes tento ver telejornal e não aguento. Quando você está fazendo o tratamento da Covid, internado em um hospital, que tem três andares só com pacientes com a doença e vê na TV que morreram mais de 200 pessoas por dia e mais de 200 mil no total, você fica alucinado. É um massacre, uma maldade. Quem está com a doença ou tem um parente infectado sente muito“, refletiu.

AvatarDa Redação

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

O post Internado com coronavírus, Carlos Alberto de Nóbrega fala sobre contágio apareceu primeiro em RD1.