Kennedy Alencar perde a paciência e detona JN após “propaganda” a Sergio Moro

Kennedy Alencar

Kennedy Alencar

Kennedy Alencar
Ex-contratado do SBT, jornalista Kennedy Alencar detona atitude da Globo envolvendo ex-ministro Sergio Moro (Imagem: Reprodução – SBT – TV Cultura / Montagem – RD1)

Kennedy Alencar, ex-contratado do SBT, ficou inconformado com a posição da Globo na última segunda-feira (29). Durante o JN, a emissora da família Marinho exibiu uma reportagem que foi vista pelo jornalista como propaganda para o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro.

Durante live com empresários e políticos, o ex-juiz disse que a operação Lava Jato pode ter cometido algum erro, mas negou que tenha sido algo intencional. “Pode ter tido algum erro. Pode ter tido algum erro aqui ou ali, mas algo intencional, algum abuso, não houve nada. Tudo tem uma explicação muito clara”, disse.

O ex-ministro do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) negou qualquer aliança com os procuradores da força-tarefa. “Quando a gente vai aos fatos, e os fatos dizem ‘20% dos acusados foram absolvidos’. Cadê o conluio entre juiz e promotores, como muitos falam? Indeferi ‘n’ requerimentos da polícia e do Ministério Público. Não com orgulho de fazer isso, mas porque era o meu entendimento”, ressaltou.

O posicionamento de Moro ficou no ar durante 6 minutos no principal telejornal do país, e isso deixou Kennedy Alencar irritado. “Tratamento do Jornal Nacional ao ex-juiz Sergio Moro é propaganda”, atacou. “Não é jornalismo. Ele mente sem contraponto nenhum depois de tudo o que veio a público com conversas da Operação Spoofing”, constatou. “Jornalismo tem de valer para todos”, completou o âncora.

Na transmissão, Moro não se mostrou arrependido pelo seu trabalho na força-tarefa. “Eu inclusive deixei a toga para ir ao Ministério da Justiça, uma decisão que muita gente entendeu que é errada e eu respeito, eu não sou o dono da verdade, mas eu fui porque eu vi a oportunidade de, como ministro, construir políticas públicas consistentes para consolidar avanços anticorrupção”, afirmou.

“Mas não me arrependo. Dá para tocar ao fundo a Édith Piaf, ‘Je ne me regrette rien’. Acho que foi um trabalho importante e o valor desse trabalho é reconhecido pela população brasileira, porque é um trabalho que foi feito com seriedade”, garantiu.

Confira:

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].

O post Kennedy Alencar perde a paciência e detona JN após “propaganda” a Sergio Moro apareceu primeiro em RD1.