Nanda Costa fala sobre reta final de Amor de Mãe e revela experiências nas gravações

Nanda Costa

Nanda Costa

Nanda Costa
Nanda Costa relembra detalhes das gravações de Amor de Mãe (Imagem: Reprodução / Instagram)

Interpretando Érica em Amor de Mãe, Nanda Costa está vivendo a experiência de conseguir acompanhar de casa o resultado final do seu trabalho. Volta e meia ela se surpreende com as edições ao assistir cenas gravadas de forma diferenciada em razão da pandemia do novo coronavírus.

Foi uma experiência nova. Os capítulos chegaram e a gente já soube de tudo até o fim. É uma nova forma de fazer dramaturgia. E, ao ver na TV, a gente fica impressionado: “Caramba, essa cena foi com acrílico”. Aí é que vemos a pós-produção de uma coisa simples. Não senti que isso atrapalhou no sentido de deixar as cenas mais frias por conta da ausência do toque”, apontou a atriz em entrevista à Patrícia Kogut.

Apesar das limitações, o elenco conseguiu entregar os 23 últimos capítulos, mesmo demorando mais do que planejado: “A segunda fase já era uma reta final. E a gente demorou mais do que o normal para gravar por conta dos protocolos, mas passou bem rápido. E como já aconteceu muita coisa depois que acabamos de gravar, não sei se alguma cena que fiz não entrou. E uma coisa que aconteceu foi que nós não tivemos acesso a todas as cenas para preservar a trama, para que não vazasse nada. Tem muitas surpresas. E isso deixa mais legal de acompanhar. Eu interajo pouco nas redes sociais, só fico de olho porque quero parar para assistir concentrada”.

Durante o bate-papo, Nanda confidenciou que nos bastidores os atores viveram uma verdadeira família:

Vivi uma coisa que não tinha na vida: ter muitos irmãos. Eu tenho uma, com uma diferença de dez anos, então na novela vi isso de perto: a coisa de dividir as tarefas, um ajudar o outro, todo mundo se ajudar. Foi muito legal estar numa família grande. Os almoços, os cafés… Na segunda fase teve essa parte ruim de a gente não poder comer devido aos protocolos. Mas foi bonito termos concluído esse trabalho mesmo diante de todas as dúvidas. Lembro de quando voltei a gravar e vi o banner da novela: “Tudo é incerto, menos o amor de mãe”. E pensei: “Caramba! É o que a gente está vivendo”. E a gente conseguiu concluir”.

Ao falar sobre o desfecho de sua personagem, a famosa falou que pode sair realmente um romance entre Érica e Davi (Vladimir Brichta): “Ela tem esse espírito da Dona Lurdes (Regina Casé), de não ficar chorando nem remoendo o que não deu certo. Ela não deu sorte nos últimos relacionamentos e ela deu uma sofrida, ficou com o pé atrás, mas ela é coração. Quando a paixão chega, ela se entrega. Ela está se permitindo. É um grande encontro dos dois, um momento importante. Eles estão vendo que são mais parecidos do que parecia”.

AvatarDa Redação

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

O post Nanda Costa fala sobre reta final de Amor de Mãe e revela experiências nas gravações apareceu primeiro em RD1.