Susana Vieira desabafa sobre tratamento contra a leucemia

Susana Vieira

Susana Vieira

Susana Vieira
Susana Vieira desabafou sobre a luta contra a leucemia; atriz também comentou a vaidade (Imagem: Raquel Cunha / Globo)

Sempre sincera, Susana Vieira falou ao Especial Mulheres, da revista Caras, sobre a descoberta da leucemia. A veterana, de 78 anos – longe do vídeo desde a conclusão de Éramos Seis (2019) –, comentou a forma como lida com o tratamento, bem como a relação entre doença e vaidade.

A primeira pergunta que eu fiz foi: se eu ia morrer e quando? Aí o médico falou assim: ‘não, você não vai morrer disso’”, relembrou Susana. “E quando comecei a fazer quimioterapia eu perguntei se ficaria careca porque eu sou muito vaidosa e fútil”, disparou a atriz.

Susana Vieira ressaltou que “esqueceu” a leucemia quando o médico garantiu que ela não morreria por tal diagnóstico, bem como poderia levar “vida normal”. Não há cura para o tipo de leucemia da famosa, a linfocítica crônica, o que, infelizmente, acarreta em recidivas:

Vira e mexe eu dou uma recaída. Aí vou para o hospital, faço quimioterapia, mas sempre rindo, porque eu levo uma pessoa agradável comigo, que é a Dani, ou minha nora, Ketryn, ou minha outra amiga, a Rosângela, que elas me fazem rir na quimioterapia”.

Susana chegou à TV como bailarina, de acordo com sua formação. A estreia como atriz se deu em 1966. Passou por Tupi, Record e Excelsior antes de chegar à Globo. Seu primeiro papel na emissora em que atua há mais de cinco décadas foi Candinha, de Pigmalião 70 (1970). A primeira protagonista, Nice de Anjo Mau (1976), veio após as exitosas participações em O Espigão (1974) e Escalada (1975).

Nos anos seguintes, a veterana transitou por minisséries, novelas e séries, com destaque para A Sucessora (1978), Cambalacho (1986), O Salvador da Pátria (1989), Fera Ferida (1993), A Próxima Vítima (1995) e Por Amor (1997) – na pele da odiosa (e encantadora) Branca Letícia de Barros Mota. Ainda, Mulheres Apaixonadas (2003), Senhora do Destino (2004), Amor à Vida (2013) e A Regra do Jogo (2015).

Duh SeccoDuh Secco

Duh Secco é  “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

O post Susana Vieira desabafa sobre tratamento contra a leucemia apareceu primeiro em RD1.